domingo, 26 de novembro de 2006

Ryan Giggs, Corini, Capitano and so on

Va bene. Oggi domenica speciale. Não tem sol, ou seja, praia nem pensar. Na série A o jogo da rodada é o confronto entre Inter e Palermo. Quando liguei a TV, estava em entrevista o Corini, capitão do Palermo. Falava da motivação do time, da possibilidade de conquistar os três pontos, essa linguagem "futebolês" que só muda de nacionalidade, o discurso é o mesmo! A vantagem é que o Eugenio é simpático, com um belo par de olhos verdes da cor do mar, então quando ele fala, eu paro o que estou fazendo para ver.
Mister Novellino também, digo repete, repete... O treinador da Samp repete toda semana a mesma coisa. Eu, particularmente já não aguento mais. "O time vai conseguir sair dessa situação", "precisamos de continuidade nos resultados", "o time é bom, só carece de resultados", "treinamos, mas muitos jogadores estão machucados". Uma coisa é certa, meu italiano melhorou um pouco com esse "muro das lamentações" futebolístico. Cada semana aprendo uma expressão nova, enquanto isso, a Sampdoria...continua perdendo.
Eu, Cyntia, toda semana também repito a mesma coisa, desde que fiz esse blog! "Novellino vai embora", "A Samp perdeu", "o Corini é 10"... Por isso concordo com um rapaz português, que em seu "diário" disse que o blog nos poupa dinheiro da análise. Aqui agente desabafa, mesmo que depois apague, é uma sensação boa colocar pra fora o que se sente.
Voltando, lá em Palermo, pelo que sei, a galera tá empolgada. Afinal, um jogo de confronto direto entre, como dizem os italianos, "i primi della classe" , ou seja, os primeiros da turma.
Tomara que seja um bom jogo, porque ultimamente eu ando me dando mal em matéria de calcio. Só tenho sido derrotada, ou testemunhando peladas piores que a Serie B. O Presidente do Palermo, Zamparini, disse que sonhou que o Palermo venceria por 4-1! Nossa, santo otimismo Batman. Torço para que isso ocorra, mas vamos combinar que é um pouco exagerado.
O Mancini, o insuportável treinador da Inter (olha eu repetindo!), escolheu ficar calado. Normalmente ele fala muita besteira, mas nessa semana já calou a boca de gente que, como eu, torce desesperadamente contra seu time - a Inter conseguiu se classificar na Champions League. Hano operato un vero milagro di San Genaro!
Ah, falava do Ryan Giggs antes. Ele já está há muito tempo no Man. United - desde 09 de julho de 1990. É o jogador mais vitorioso do clube, com 17 títulos. Depois de Beckham, tem um cruzamento letal. Na verdade, foi Beckham que aprendeu com ele! Bola cruzada pelos pés de Giggs, 85% de chances de sair gol. Ainda espero um dia realizar o sonho de ir a Manchester visitar seu estádio. Esse sonho até que é bem possível...
Estou enrolando um pouco porque tem jogo na TV. A Sampdoria já está perdendo de 1 a 0. O advsário não poderia ser pior: a Roma. Falando com Genova essa semana, disse que estava mesmo de saco cheio com os jogos da Samp. Eis que capitano faz gol hoje. Mama mia! O que é isso?? Já tá no lucro se o jogo terminar empatado, depois, em anos, pela primeira vez vejo um gol dele ao vivo, quero dizer pela TV. Bravo!! Aliás, sua comemoração é surreal. Quem o conhece se surpreende ao vê-lo vibrar daquele jeito. Logo ele, que para falar tem que pedir licença de tão calado que é.
O papo da semana é o possível "esonero" de Mister Novellino. Refletindo junto com alguns colegas, chegamos a uma conclusão: não mandam o Novellino embora por um motivo simples... não há nenhum outro treinador na Italia de qualidade disponível e depois, pagar o salário dele e de mais um novo não seria um bom negócio, já que em dinheiro a Samp não nada, mesmo estando no litoral da Ligúria! Se fosse no Brasil, chamariam o bombeiro Joal Santana, pois o Novellino já teria ido embora há muito tempo.
Bem, vou ao jogo que até está bom...
Tão bom que a Roma desempatou. Afe....Vejo que capitano está nervoso, já levou cartão amarelo, e suspenso, não jogará semana que vem. Isso me desagrada. Pelo menos o Flachi, seu "amigo" voltou. Nessa altura, a Roma já fez 4 gols! O Totti está destruindo a defesa "blucerchiata".
Me divirto, até nas tragédias, vendo os brasileiros em campo e o rosário de belas palavras dedicadas ao árbitro em português. E sabe, os árbitros entendem. O problema é que hoje na Italia, com a tal câmera em campo, não se pode falar nada. Se captarem as imagens, o jogador está frito. Suspensão na certa. Eu mesma, vendo os jogos já aprendi inúmeras palavras de baixo calão em italiano. Não importa a nacionalidade, os xingamentos, o futebolês, os gestos em campo são os mesmos. Só muda mesmo o respeito e a severidade nas punições. Na Italia, fez besteira, paga. Já no Brasil ... fez besteira, primeira página dos jornais e toda a atenção da mídia ... rumo ao estrelato.
Imagem de domingo: os capitães.
Resultado final: Sampdoria 2 X 4 Roma.