domingo, 3 de dezembro de 2006

Did it all for love...

Uma vitória para nosso Brasil, para começar bem este domingo ensolarado, que há tanto parecia ter nos abandonado. Bernardinho é mesmo um vitorioso. Sem ele o Brasil não teria conseguido muitos dos títulos que conquistou nos últimos anos. Falem o que falar, o cara é bom.
Para quem diz que atletas de alto nível tendem a relaxar depois de sucesso e vitórias, olha aí o resultado que prova o contrário. Um exemplo de treinador que não deixa nunca a peteca cair, nada de desmotivação. Bernardinho, seu nome é trabalho! Com ele não há corpo mole ou estrelismos. Atleta tem que "vestir" a camisa, treinar forte. Bonito mesmo foi ver a sua dedicatória à Fernanda Venturini, sua esposa. Mais romântico e amoroso não poderia ser. Bem se diz, que os "brutos" também amam.

"Esse título foi especial. Pouca gente conseguiu dois títulos seguidos. Mas quero dedicar essa conquista à Fernanda, porque ela merece muito mais esse título do que eu. Ele fez muito pela transformação do vôlei feminino", disse Bernardinho, em entrevista à Rede Globo.

.................................
Like a flame you touched my life
Felt so good felt so right
Time goes fast love grows slow
It's so hard to let go

I'll remember, I'll remember
Now I've got to go
I'll remember, I'll remember
Oh I love you so

You gave so much, didn't ask why
I can't explain so please don't cry
We took the chances, broke the line
Now we're running out of time

I'll remember, I'll remember
Now I've got to go
I'll remember, I'll remember
Oh I love you so

We shot the dice
Played the game
Did it all for love
Do it all again

We shot the dice
Played the game
Did it all for love
Do it all again

Oh so much I want to say
Now it's time to go away
Now forever you're with me (yet)
You're in my soul, I won't forget