domingo, 21 de janeiro de 2007

Lady, a Pseudo-cronista esportiva Parte 2

Hoje, como de costume nos domingos que não dão praia, fico sentada assistindo aos jogos do campeonato italiano. Escrevi para a transmissão do programa da Rai International "La Giostra dei Gol". Estava no estúdio o treinador da Reggina, Walter Mazzarri e em poucas linhas disse que ele está de parabéns pela campanha da Reggina. A mocinha encarregada de ler os e-mails, Simona Cantoni LEU meu e-mail no ar. Afe, quase caí para trás! Sem noção, comecei a ficar sem ação, estática no sofá, aliás no chão! Não foi a primeira vez que escrevi para a Giostra, e sem sucesso, me sentia rejeitada, mas aproveitando a maré boa tentei de novo e... bingoO!!!
O mais engraçado é que ela disse o seguinte: uma mensagem de uma "dona brasiliana", país em que muitas mulheres acompanham o campeonato italiano, dando os parabéns ao Mazzarri. Os jornalistas começaram a rir da Simona porque ela não havia dito o porquê? Então perguntaram a ela, mas os parabéns pelo quê? Todos no estúdio riram, porque na certa imaginavam que os parabéns seriam por algo diferente. Olha o preconceito aí, gente! E ela muito sem-graça, disse que era pelo trabalho dele. O pobre Mazzarri ficou vermelho de vergonha. Olha eu deixando o cara embaraçado, sem intenção! kikikikikiki...
Esse é o Mazzarri... Complimenti Mister!
É incrível como o senso comum acha que mulher só vê futebol para ver homem bonito! Um preconceito sem tamanho. E vem de todos os lados... da família, do namorado, de jornalista...