domingo, 9 de dezembro de 2007

O Segredo!

O segredo 1: pense positivo
O segredo 2: escreva o que deseja

Moral da história, a Sampdoria perdeu da Udinese levando 3 gols. Quagliarella não só marcou 2 gols, como foi o responsável pelo gol da virada. Tudo bem, ele está perdoado... Não consigo ter raiva dele por isso. Aliás, acho que essa coisa de não comemorar gol porque se repseita o ex-clube é baboseira, sabe. Gol é gol! Marcou tem que comemorar! Cassano foi destaque novamente. Que a boa fase venha para ficar e traga vitórias. Castellazzi, como sempre, generoso com os chutes de fora da área...

Bellucci bem que tentou, mas não foi dessa vez.


Palmas para a Juventus que no apagar das luzes, com Pavel Nedved, vence a Atalanta, em Turim. Já fazia tempo que não via um jogo narrado pelo Gianni Cerquetti da Rai. A voz dele é inconfundível. Na hora do gol ele gritou: "Clamoroso vantaggio della Juventus all'Olimpico di Torino!" Ah, eu fiquei pensando, 'clamoroso perchè?' Até parece que a Juve não pode vencer a Atalanta?

Nedved e seu tiro preciso no marcador.


Vaias para a Roma que mais uma vez abre o marcador e deixa o adversário empatar a partida em poucos minutos. O gol de De Rossi nada adiantou, pois o Livorno num único lance igualou o marcador. Spalletti é toscano. A Roma empatou com a Fiorentina, Empoli e Livorno. Isso é que é sina, de vencer somente o Siena!

E o 'Oscar do Poker' vai para dois times nesse fim de semana. Primeiro, a Inter, que não teve pena do Torino. 4 a o! Ibrahimovic abre o marcador de pênalti. Em seguida, marcam Cruz, Jimenez e Cordoba. E a distância para a Roma aumenta ainda mais. Segundo, o Empoli, do recém chegado Malesani. 4 a 1 no Cagliari. Na crônica da Gazzetta está assim: 'One man show'. Por que? Simples. Os 4 gols dos toscanos foram marcados pelo atacante Pozzi. Depois de perder em Parma, os empoleses vencem a Juventus pela Coppa Italia e vencem os sardos com um placar bem generoso. E sabe da maior? O presidente do Cagliari, o Cellino, já está pensando em trazer o Giampaolo de volta. Ah, fala sério!

Pozzi: 'One man show'