segunda-feira, 31 de março de 2008

Nel Bene e Nel 'Male'

O placar eu já nem sei a quantas anda. Hoje, mais um treinador perdeu seu emprego na Itália. Mas nunca se sabe. Ele pode ser chamado de volta. Como seu sucessor, que um dia foi antecessor. Não entendeu? Eu explico: Malesani assumiu o Empoli em novembro no lugar de Luigi Cagni, que na temporada anterior havia classificado os toscanos para uma honrosa participação no intertoto, espécia de preliminar que dá acesso à Copa UEFA. Eis que agora, o próprio Cagni reassume seu posto, no lugar de Malesani. Quatro meses depois.

Eu ainda não me cansei dessas contas. Elas até são bem fáceis. 2 treinadores noves fora sobra 1! E assim o Empoli, com 26 pontos, vítima da minha Sampdoria nesse fim de semana, ocupa o último lugar na classificação da Serie A. Faltam apenas mais 7 rodadas para que o clube opere um milagre. Se tiverem por lá um santo padroeiro, o melhor é iniciar as orações desde já. Novenas e promessas são válidas desde que com propósito 'salvador'. Ou será que Cagni, daqui há uns anos será 'canonizado' por ter em uma temporada levado o clube à UEFA e na outra o salvado, quando ninguém mais acreditava na sua causa?

A o futebol na Itália está copiando o que de pior tem no Brasil. Com uma diferença: lá o 'Mister' perde o emprego em um dia, podendo recuperá-lo na primeira escorregada do seu substituto. O tom irônico desse post não condiz com meu humor. Essas besteiras dos clubes da Serie A, somados ao calciocaos já etão me fazendo pensar duas vezes no ano que vem na hora de renovar ou não a assinatura da Rai. Sem contar a ameaça de trocar a Serie A em definitivo pela Bundesliga ou Premier League após 17 anos de matrimônio...

Malesani: bilhete azul na Grécia e agora de novo azul, mas na Itália

sexta-feira, 28 de março de 2008

Seal Chegou ao Brasil

Em homenagem a esse fantástico cantor que me cativou desde os primóridos com 'Future Love Paradise', muito antes de 'Crazy' ou 'Killer'. Escolho então a música 'I've Lost My faith', parte integrante do CD 'Human Being'.

quarta-feira, 26 de março de 2008

Movie Soundtracks

The Seeker, da banda inglesa The Who. Aparece no filme American Beauty (Beleza Americana), dirigido por Sam Mendes em 1999. A música foi escrita por Pete Townshend e lançada numa compilação da banda chamada Meaty Beaty Big and Bouncy em 1971.

segunda-feira, 24 de março de 2008

A Piada do Calcio

Dessa vez é sério, já perdi a conta de quantas vezes Guidolin foi e voltou do Palermo. Quem deveria ir embora do clube é o Zamparini, seu presidente. Será que ele acha que mudando de treinador cinqüenta vezes resolverá o problema de sua equipe? Lógico que não!

Zamparini já é disparado a figura mais negativa desse campeonato. O presidente que nenhum clube deve sequer sonhar em ter. Pelo bem do futebol, sem mais brincadeiras, vá curtir o sol da Sicília. O Palermo não te merece.

Resta saber até quando a 'folia' Colantuono durará. Até mais uma derrota por goleada? Até mais um 'mea culpa'. Quando ele foi esonerado do 'rosanero', o Palermo era sexto na classificação. Estava na frente até da Sampdoria, algo que não era difícil nem de imaginar. E agora? Bem, agora descendo a ladeira, em décimo segundo lugar. Como diz um jornalista esportivo do SporTV, 'flertando com a zona de rebaixamento...' Será que dessa vez vai?


O King Kong do calcio se chama Guidolin!

Foto do Post: Gazzetta.it

'She Sells Sanctuary' by The Cult

domingo, 23 de março de 2008

O Apagão no Estádio

Fim de semana de clássicos nos estádios. Hoje na Inglaterra, Chelsea, Arsenal, Liverpool e Manchester United se enfrentaram. Ontem, na Itália, o famoso 'Derby d'Italia' entre Inter e Juventus. Em Volta Redonda, no Sul Fluminense, Volta Redonda e Resende se enfrentaram pelo Campeonato Carioca.

Como não é possível (ainda) estar presente lá em San Siro ou em Stamford Bridge, optei pelo clássico da Região Sul Fluminense. Dessa vez não estava sozinha. Para o feriado de Páscoa convidei minha tia Maria para viajar comigo. O que mostrou ser uma escolha acertada. Minha tia aos 74 anos demonstra uma vitalidade de dar inveja a muita garota por aí. É alegre, engraçada e topa qualquer parada. Com ela não tem tempo ruim. Falou em sair de casa, ela já está com a bolsa na mão perguntando para onde vamos.

Pois assim, às cinco horas de sábado, partimos em direção ao Estádio da Cidadania. O tempo até então estava razoável. Algumas nuvens no céu, mas nada que nos fizesse imaginar o que viria a seguir. Você sabe que lá no estádio do Voltaço mulher não paga, e entra para ver o jogo de onde quiser? Até da tribuna! Nós ficamos no meio da torcida do Voltaço para fazer farra.

Logo aos dez minutos de jogo cai um dilúvio bem típico da cidade. Em VR quando chove é pra valer. Até aí tudo bem, mas a luz foi embora. Apagou geral. O estádio no escuro e nós duas sentadas sem saber se íamos embora ou ficávamos esperando. Só faltava isso. Depois de uma pequena espera de 25(!) minutos, tudo reestabelecido e o jogo reinicia. O Voltaço tem um quê de time fraquito, mas charmoso. Não dá para ter raiva ou se irritar, tamanha a limitação do elenco.

Tia Maria, mais empolgada do que eu, gritava e não parava de repetir que Lugão, o goleiro do VR, era ruim de dar dó. De fato, ele deu um gol de bandeja para o Resende num rebote dentro da área. Meu Deus não dá para o cara ser um Buffon, mas quase chega a um Castellazzi... Nessa hora brinquei com ela que estávamos em companhia de Del Piero, Ibrahimovic, Camoranesi e Zanetti e acabamos trocando todos eles por Lugão e Schineider... mas sabe que foi muito boooommm.

O jogo terminou num sonoro empate de 3 a 3 dada a incompetência do time de Alexandre Gama de manter a vantagem de 2 gols conquistadas ainda no primeiro tempo. Há de se lembrar que num lance incrível, o Resende colocou uma bola na trave, o que seria o gol da vitória. Como sou praticante do futebol de resultados, 6 gols em um único jogo foi mais do que bom.

A chuva, ao fim da partida, já havia ido embora. Pegamos o carro e comemoramos tudo isso comendo uma deliciosa torta de limão. Próxima vez ao estádio, já sei quem convidar...

quarta-feira, 19 de março de 2008

Páscoa


Desejo a vocês uma ótima Páscoa. Muito chocolate e muita alegria junto às nossas famílias. Até logo!

domingo, 16 de março de 2008

E Lady encontrou seu amigo Michel

Depois de uma semana de aventuras, a melhor de todas ficou para o final: receber a visita do Michel aqui no Rio e passar algumas horas na companhia dele.
Mais do que um encontro de blogueiros, foi um encontro entre amigos. E não faltou filme, hq's, muito chocolate e o adorado Calcio. Como bem ele disse, o dia que nos encontrássemos, teríamos 'assunto para mais de metro.'
E para mim que achava que isso não iria acontecer: 'Impossible is Nothing!'

quinta-feira, 13 de março de 2008

E Lady tomou banho de chuva!


Hoje novamente exercitei meu dom para situações incomuns nas ruas esburacadas da cidade. Por sorte, não foi tombo e nem salto quebrado.

Voltava da escola na Tijuca. Uma chuva torrencial. Daquelas de fechar o verão. Dessa vez não estava só. Acompanhavam-me a secretária da escola, uma professora e mais a irmã dela.

A travessia que fazemos até chegar ao ponto de ônibus é, digamos, crítica. A rua esburacada serve como ótimo depósito para as águas que caem 'delicadamente' do céu. Somando-se a isso, a velocidade dos carros que passam 'chovendo' para todos os lados. Saímos ilesas desse pedaço.

Entrei no ônibus e ao descer na Praia do Flamengo, caminhava tentando me equilibrar na calçada quando, de repente, fui vencida pelo ônibus que vinha em alta velocidade. 'Xuááááá' e tomei um belo banho... de água da chuva, da rua e do que mais sua imaginação puder alcançar. A blusa, de branca ficou acinzentada e a sandália dançava nos meus pés. A calça? Nem me fale! Foi direto para o varal. E os cabelos? Ah, grudavam na alça da bolsa, na corrente, no pescoço, enfim...

Eu juro que torci para que não chovesse nessa semana!

quarta-feira, 12 de março de 2008

E Lady deu com a cara na porta!


Um fato para lá de inusitado aconteceu ontem comigo. Seria surreal, se não me conhecesse bem. De vez enquando parece que meu corpo flutua por aí e quando volta leva sustos...

Bem, saí de minha aula pela manhã. Não. Não estava com sono, mas estava com uma pressa... Como bem diz o ditado 'a pressa é inimiga da perfeição'. Tinha que ir à Livraria Martins Fontes no centro da cidade. Havia me comprometido a comprar um livro para um novo aluno.

Essa livraria fica em um prédio no meio da muvuca da cidade. Gente que vai e volta em uma velocidade impressionante. Você tem que parar, para alguém te dar passagem para você adentrar o local. Fiz isso e fiquei plantada na porta até que ela resolvesse abrir e me dar passagem.

Subi as escadas de ferro toda enrolada porque estava com uma bolsa enorme, quase uma mala. Kit básico de professora. Conversei com o vendedor, peguei o livro e desci para pagar. Ao sair da livraria tinha que passar pela tal porta novamente. E aí sabe o que me aconteceu?

A-ha! Ela demorou para abrir. Só eu não percebi isso. Estava com pressa e dei de cara nela! Um barulho e eu sem-graça com várias pessoas assustadas me olhando. Achavam que iria desmaiar ou então chorar porque foi um baita baque. Que nada! Voltei a mim e segui caminho. O máximo que fiz foi virar-me para o vendedor e acenar dizendo que estava tudo bem... Que mico!

domingo, 9 de março de 2008

'O Fantasma'

'Where is my head?

Where are my bones?
Why are my days so far from home?
Ghostman
Where is my head?
Where are my bones?
How come we get so lost?
Ghostman'

O 'Espírito-que-Anda' de vez enquando aparece nas arenas esportivas pelo mundo a fora. Se ele é justo ou não, depende de quem vê. Só nesse fim de semana, na Inglaterra, ele deu as caras em dois confrontos da FA Cup. No primeiro deles, o Manchester United perdeu para o Portsmouth e foi eliminado da competição. O mesmo aconteceu com o Chelsea, que após perder do Tottenham a final da Copa da Liga Inglesa, é também eliminado da FA Cup, perdendo do Barnsley. Curiosamente, o placar de 1 a 0 se repetiu.

Em campo, uma das frases preferidas dos que juram ter visto o herói em algum momento deve ter ecoado nos ouvidos dos multi-premiados dos 'Diabos Vermelhos' e 'Azuis':
"A voz irada do Fantasma gela o sangue do tigre." Eles entraram em campo já amançados e .... perderam!



Para não dizer que o 'Fantasma' - a leitura escolhida de Lady nessa semana - também não a fez tremer sobre seus domínios, o coração da moça ficou até mais doce. Parabéns pelos 100 anos de vida da Internazionale, o time de Massimo de Milano! Deixo aqui a singela homenagem ao time de Fachetti, por quem sempre tive admiração. Não é todo dia que um time pode comemorar de forma tão brilhante seu centenário. Seja como for, o espírito esportivo manda reconhecer a superioridade do adversário e saudá-lo. Deixo hoje as picuínhas de lado. Só hoje...

O site da Gazzetta dello Sport criou uma página especial em comemoração ao evento e nele há fotos, entrevistas e histórias de personagens que fizeram da 'Bem Amada' um clube popular - querido e odiado quase nas mesmas proporções pelos italianos. Além disso, o videochat realizado na sexta-feira com o presidente da agremiação é imperdível. Mandei minha pergunta bem cedo. Só que não dava para concorrer com as mais de 5000 partcipações on line durante os 44 minutos de conversa na sede do jornal em Milão. Era de se esperar que ele não fosse me responder. Tudo bem. Era querer muito, né?
http://www.gazzetta.it/speciali/calcio/Centenario_Inter/

quinta-feira, 6 de março de 2008

Pensamentos

'O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos. A maneira como você encara a vida é que faz toda diferença.'

'Quando a gente acha que tem todas as respostas,
vem a vida e muda todas as perguntas ...'

'Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo...'

Luiz Fernando Veríssimo

domingo, 2 de março de 2008

A Donzela de Ferro

Depois da Dama de Metal visitar o Brasil, agora é a vez da Donzela de Ferro, o nome daquela que considero a banda de rock com o som mais perfeito do planeta.

Já tive a chance de ver Iron Maiden ao vivo aqui no Rio, não com Bruce Dickinson nos vocais e confesso, fico com uma ponta de inveja dos paulistas, gaúchos e curitibanos por poderem acompanhá-los e nós, não. Bruce é Iron. Iron é muito de Bruce!

Por mais que eu tente, não consigo encontrar um adjetivo mais comedido para descrever a musicalidade do Iron. Tem gritos, escândalos no palco, mas tem melodia. É isso que diferencia a banda de outras semelhantes. Muitos a imitaram e poucas conseguiram chegar a um palmo do que ela é. Nesse ano, comemoram nada mais do que 33 anos de existência. Entre trocas, idas e vindas, o espírito da Donzela continua o mesmo. O bom e velho rock'n'roll em primeiro lugar.



'I am a man who walks alone
And when I'm walking a dark road
At night or strolling through the park

When the light begins to change
I sometimes feel a little strange
A little anxious when it's dark

Fear of the dark, fear of the dark
I have constant fear that something's
always near
Fear of the dark, fear of the dark
I have a phobia that someone's
always there...'

sábado, 1 de março de 2008

'Square One'

O quadrado número 1. De onde tudo começa.




Ótimo fim de semana!