domingo, 6 de abril de 2008

Miragem

Não. A foto não foi feita no estádio Luigi Ferraris em Genova. Estive no Maracanã acompanhando um amigo da Itália de férias no Brasil. Giovanni Arosio, torcedor da Sampdoria. E eu, que não sou boba nem nada, resolvi estreiar meu novo uniforme de torcedora. Com direito a 'sciarpa' e tudo!

Foi uma partida emocionante. O Flamengo, depois de abrir com facilidade 2 a 0 no placar, cedeu o empate ao Vasco da Gama, quase no final do jogo.

Torcer com italianos ao lado é engraçado, sabe. O Giovanni parece até Mister Mazzarri, comparando, e muito bem, o esquema de jogo do Fla com o da Samp. Essa parte eu não gostei muito. Mas ele é tão divertido, que dei boas risadas. Ele via em campo os 3 da zaga doriana e mais o Cassano isolado no ataque.

Ia ele narrando: 'Cassano passa a bola para Maggio, que recebe na intermediária e logo dá um passe longo para Sammarco, que da entrada da área, chuta para a defesa do goleiro do Livorno, Amelia!' O amigo dele, o Luigi, vestia a camisa do Vasco. Time que escolheu para torcer. Coitado. Na metade do primeiro tempo, já pensava em mudar para outro. Ainda bem que ele disse que detestava as cores vermelha e preta. Luigi se preocupava em conhecer o time. Prestava atenção nas jogadas, no nome dos jogadores em campo e não parava de repetir que o Edmundo é 'Animal'.

Atrás de nós estava uma família, brasileira, óbvio. O homem torcia igual a um maluco. Gritava, xingava e perdia a paciência com os erros de passe do seu time. Durante o intervalo, fomos conversar com eles e o assunto chegou à Copa de 94, aquela em que o Brasil derrotou a Itália nos pênaltis.

No fim, deu empate. Ninguém brincou com ninguém. Mas aquele torcedor lá de trás, continuava estressadíssimo! Forza Doria!

De Gênova para o Rio. Do Luigi Ferraris para o Maracanã... 2 foi o número desse domingo!