domingo, 10 de agosto de 2008

Na Festa...

Após algumas semanas de calmaria, a cidade de Gotham voltou a viver momentos de tensão. No último final de semana, várias testemunhas voltaram a ver em diversos locais na cidade, o homem que se auto denominou o 'Palhaço do Crime'. A figura, de aparência exótica, aparentemente, ostenta um lado muito mais maléfico do que se poderia imaginar.

Recebemos na nossa redação, fotos de uma de suas mais recentes vítimas. Embora sem provas concertas, o relato da senhorita é de conteúdo aterrorizante. Em uma das fotos pode-se claramente ver com detalhes a face desse homem, que muito já tem feito para perturbar a ordem de uma cidade já vítima de tantos criminosos. Seu rosto é todo tingido por um pó branco. Ele ostenta uma enorme cicatriz tingida em cores vermelhas(foto ao lado). Seus olhos são contornados na sua totalidade por uma sombra preta. Não nos resta dúvida. Ele é uma pessoa que deixaria Hannibal Lester no chinelinho, caso ele ainda estivesse entre nós mortais. Acompanhe o relato de Lady:

------------
Na semana passada fui convidada para participar de um jantar beneficente restaurante All In One, no centro de Gotham. Bruce Wayne era o anfitrião desse evento que reuniu a nata da sociedade local. Eu e meu acompanhante fomos nos sentar em sua mesa. Nela estava o promotor de justiça Harvey Dent e sua noiva, Rachel Daws.

A noite estava agradável. Conversávamos, bebíamos e degustávamos uma ótima comida. Fomos dançar e de repente as luzes se apagaram. Nada mais consegui ver. Aos poucos, a escuridão foi sendo subsituída por feixes de luz esverdeados. Atrás deles surgiu a figra de um homem asqueroso. Ele veio caminhando em minha direção. Puxou-me contra seu corpo e me fez beber de uma taça um líquido que tinha gosto de champagne. Lentamente fui desfalecendo em seus braços.

Quando acordei, estava sozinha numa sala escura. Ao meu lado, meu acompanhante adormecido. Não podia imaginar o que teria acontecido ao resto das pessoas na festa. Não conseguia ao menos pensar em como parei naquele local e como dali conseguiríamos escapar. Ratos e baratas andavam pelo local. A umidade das paredes produzia um cheiro insuportável ao meu sensível nariz. Sentado à nossa frente, o homem com cara de palhaço. Se apoximou de mim e me deu vários tapas na cara. Virou-se para o outro lado. Chutou e cuspiu no corpo adormecido ao meu lado. Nos ameaçou e começou a nos contar histórias bizarras sobre como adquiriu sua cicatriz. A cada hora inventava uma diferente. Ele parecia estar alucinado. Saiu após uma hora porque recebeu um telefonema misterioso. Parecia que ele falava algo como capturar e matar Harvey Dent. Colocar uma bomba no Banco Central de Gotham. Ele fazia uma cara que misturava sarcasmo e sadismo. Seu sorriso era aterrorizante...

As horas foram passando e fomos salvos, enfim, por uma figura toda de preto, com máscara de morcego e tão assustadora quanto o tal palhaço fantasiado. Descobri depois se tratar de Batman, o Cavaleiro das Trevas.

Voltamos para nosso hotel após termos ido conversar com o Comissário de Polícia local, Jim Gordon. Acompanhamos o noticiário todo do dia seguinte na esperança de ouvir alguma coisa sobre esse estranho acontecimento. Nada. Compramos todos os jornais do dia. Nada. Foi então que abri meus olhos. Estava na minha cama. Ao lado jazia o corpo de alguém que parecia dormir um sono profundo. Acendi a luz do abajur para olhar o relógio que marcava 5 horas da manhã! Acabara de ter um dos sonhos mais esquisitos que já tive na vida. Alguém pode me explicar?
------------
Nossa leitora Lady nos escreveu e foi uma das escolhidas para participar de um concurso que premiará as estórias mais estranhas envolvendo Batman. Pouco sabemos sobre ela, a não ser o fato de que ela mora no Brasil, no Rio de Janeiro. E que adora ler as histórias do Homem Morcego. Agradecemos a ela e a todos os leitores que nos enviaram suas estórias. O resultado sairá na próxima semana!

Darling Kinky
Repórter do 'The Gotham Times'