sábado, 6 de setembro de 2008

Lo Stesso

O mesmo. Lo mismo. Lo stesso. Assim é a personagem Maurizio Zamparini. De profissão, Presidente do Palermo Calcio desde 2002. Vulcânico, ele é assim definido pelos que o circundam. Suas decisões são conhecidas do público que acompanham o Calcio, mas acho que só aqui ele dá ibope. Por que? Porque ele não se cansa de surpreender. Gosto de surpresas. Só que acho que agora ele já está se tornando previsível demais.

Depois de inúmeros esoneros na temporada passada, o Palermo começou sua aventura na Serie A e na Coppa Italia com o mesmo treinador com que havia terminado o cameponato passado: o romano Stefano Colantuono. Veio a primeira bomba: o time foi eliminado da Coppa Italia logo na primeira partida pelo Ravenna. Imagino que o homem deve ter ido à loucura. Depois, veio a acachapante derrota para a Udinese na rodada de abertura do Calcio. Foi a gota d'água.

Segundo 'Zampa', o treinador, após esses resultados pífios, não tinha mais seu apoio. E daí para a demissão foi um passo. Enfim, Zamparini nem deu tempo para as bancas de apostas concluírem o mini-torneio anual de quem seria o primeiro treinador a perder seu emprego na temporada. Agora já podemos bancar a aposta de quem será o próximo a cair: Ballardini, o escolhido para ser a bola da vez do Palermo Calcio!

Os cabelos se foram junto com seu emprego. Mais uma vez...