quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Mensagem


Agradeço a Deus por ter me dado a chance de viver tudo o que vivi no ano de 2008. Principalmente por ter descoberto que 'é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã'. Dizer àqueles que estão ao meu redor o quanto elas são importantes e especiais. Ainda tenho muito que viver e aprender, mas esse ano é o 'Ano Inesquecível'.

Que em 2009 eu encontre a paz de espírito que tanto desejei encontrar nesse ano. Estive um pouco distante dela, mas estava ocupada vivendo uma vida nova e intensa. Com a cabeça povoada de sonhos e desejos. Cheguei perto de realizar alguns e realizei outros. De alguma forma, quando escrevi o que queria para esse ano, numa folha ao final de uma agenda que nem usei praticamente, nela estavam os passos que queria dar, e dei.

Desejo para o mundo compreensão e tolerância. E para meus amigos e amigas, que eles sejam felizes. Não sei o que é felicidade para eles, mas que a encontrem da maneira desejada. No fim, nem sei o que é felicidade para mim, mas sei onde encontrá-la: dentro de mim. E se der uns passos mais à frente, ele estará lá: o mar. Aquele por quem um dia me apaixonei e quero voltar a me apaixonar, para viver esse amor até o fim dos meus dias. Que assim seja!

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Un Super Regalo

Além de passar o Natal em um lugar diferente e rodeada de novos amigos, ainda recebi do meu querido amigo, o também blogueiro Michel, uma linda camisa retrô da Seleção Italiana de 1982!

E é só minha. As ruas do Rio de Janeiro que me aguardem. A camisa mais linda do mundo prestes estará desfilando por suas ruas.

Vejam só que belezura...

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Feliz Natal


Estou aqui em Minas, na casa de meu amigo Michel, onde passo as festas de fim de ano junto dele e de sua família.

Termino o ano melhor do que comecei e de uma maneira mais bacana ainda: entre amigos.

Assim desejo a todos que seguem o Blog 'PDV' um Natal repleto de alegrias em um Ano Novo em que todos possam estar perto das pessoas de que gostam.

Direto de Minas


Estava andando calmamente pelas ruas de Barbacena, Minas Gerais. Procurava pelo Lance! diário esportivo que sempre leio, ainda mais estando de férias.

Páro na banca bem no centro da cidade. Uma visão me cega os olhos... Na capa do jornal está Fred, atacante do Lyon e seu amigo a tira colo, Karim Benzema. A foto vale mais do que mil palavras.

Mas não posso deixar de dizer: que dupla! Olhem só a roupa dos dois. Parecem os cantores da banda pop 'Right Said Fred'. Vocês se lembram deles? E vejam bem, tem um Fred no meio mesmo! Que coisa...

domingo, 21 de dezembro de 2008

Desafio Musical

Esse é um desafio colocado por Gabriel Baltazar no seu blog Efemérides Mistas.

1. Colocar uma foto individual:


2. Escolher uma artista/banda: The Cult

Responder às seguintes questões somente com títulos de canções de artista/banda escolhido
3. És homem ou mulher? Fire Woman

4. Descreve-te: Wild Flower

5. O que é que as pessoas pensam de ti? Spiritwalker

6. Como descreves o teu último relacionamento? Revolution

7. Descreve o estado actual da tua relação: Painted On My Heart

8. Onde querias estar agora? New York City

9. O que pensas a respeito do amor? Joy

10. Como é a tua vida? Sacred Life

11. O que pedirias se pudesses ter só um desejo? Rise

12. Escreve uma frase sábia: Heart Of Soul

13. Escolher quatro pessoas para responder ao desafio sem esquecer de os avisar: Michel, Monique, JP e a Mônica, minha boneca :-)

sábado, 20 de dezembro de 2008

New Man On The Block

Ele chega com data de partida. Me pergunto: qual a validade de sua contratação? Haverá entre ele e o time alguma espécie de ligação, daquele tipo que pensamos, uma identificação? Sinceramente, eu acho que não. Tudo terminará no dia 9. De Março!
Beckham chega ao Milan sem dizer a que veio. Veio acrescentar beleza a um time cujo jogo já sucumbiu ao feio há muito tempo.
Nas passarelas mais diversas da cidade lá estarão ele e sua mulher Victoria Adams, sempre na mira dos refletores desse mundo de glamour, que nada tem a ver com o futebol, diga-se de passagem.
A passagem de Beckham pelo Milan tem tudo para ser um fiasco. Não estou nada otimista. Ele pode marcar gols? Claro que sim, mas convenhamos, o Milan está em plena emergência de tudo. Meu Deus, precisam de uma defesa mais confiável, um meio campo que não dependa de Gattuso e suas botinadas. Um ataque mais incisivo, mesmo com Ronaldo em franca ascensão. Então me diga: por que contratar um como Sr. David, o Inglês com quem 10 entre 10 inglesas sonham? Só se for para vê-lo sempre vestido com seus modelos Dolce & Gabbana ou Armani da estação. Podem dizer que é implicância minha. É mesmo.
Fui....

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Surpresa à Vista

Um beijo de agradecimento a Bottinelli. Valeu!

Sabe quando você não conta com mais nada e no apagar das luzes algo acontece? Não estou falando de milagre ou a interferência divina em algo. Falo mesmo de resultado. Afinal, é isso que conta no futebol de resultados aqui do Blog 'PDV'.

Esperar que a Sampdoria vencesse o Sevilla, mesmo em seus domínios era algo que não esperava. Tanto que nem me preocupei em seguir a partida. Pagava para ver... Tô ficando uma torcedora beeem relapsa ultimamente, confesso.

Obrigada Sampdoria! Jingle bells... Jingle bells... Jingle all the way...

Agora é esperar por mais uma singela lembrancinha de Natal do bom velhinho. Domingo temos a visita da Fiorentina.


Foto do Post: Sampdoria.it

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Recomeço


"Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocarmos nela, corre por nossa conta."

O ano de 2008 chega ao fim. Com ele vão-se as coisas ruins, as desilusões e na memória ficarão registrados os momentos mais sublimes. Com 2009 chega a esperança de que o ano que vem será melhor do que esse que passou.
2008 foi um ano de conquistas e provações. Chegarei ao fim dele com a consciência de que fiz o que meu corpo, mente e coração me permitiram. Como aquela música de Lenine, dormi uma deusa e acordei mortal. Como foi bom me descobrir mortal.
2009 será o ano do recomeço. Redescobrir eu mesma em minha plenitude. Sinto que estou renascendo para meu mundo. Me apaixonando por ele novamente.
Como é bom sentir-me livre para escolher. Sentir-me plena para amar ao próximo, meu trabalho e, sobretudo, a mim mesma. Viver. Quero viver em 2009 mais do que nunca. Contemplar o mar com olhos apaixonados. Olhar as pessoas na rua com sorriso no rosto. Ser amiga e fiel aos meus pricípios.
Enfim, este é o primeiro ano do resto dos anos que viverei para ser feliz. Sinceramente, eu mereço! Aliás, todos nós merecemos.

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

FreyVerine

FreyVerine

Ah! O Calcio está se revelando uma excelente fonte de clones artísticos. Agora vejam só. FreyVerine, goleiro da Fiorentina. Francês de nascença, criou-se no Canadá. Tem um pé na Austrália. Galã de cinema, teve incursões no mundo da mágica em 'O Grande Truque' e conquistou a fama em definitivo nos X-Men.

Pele de cordeiro, jeito de lobo. Agarra tudo e todos. Por ele nada passa. Tem saúde de ferro. Quase não perde uma partida da Viola. Seu fator de cura o deixa imune a contusões e doenças das mais variadas.

Para quem ainda não o viu em ação, não perca a segunda etapa da temporada do Campeonato Italiano. Para quem já viu e gostou, acompanhe sua nova produção em breve nas telas de cinema do mundo todo: X-Men Origins: Wolverine.



Confira agora FreyVerine nas salas de cinema com seu novo filme. Divirtam-se!

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Troquem o Geriatra do Milan

Ah, rapaz! Mais um...

Pílulas do Calcio...

Esse comentário de um telespectador na partida entre Milan e Juventus traduz em tom humorístico o que foi o confronto de ontem. Juventude X Envelhecidos? Acho que soaria meio pesado. Optaria por um seco Vontade X Desânimo. Viu-se uma Juventus aguerrida. Um Milan desastrado na defesa e sem vontade. Palmas para Amauri, o marido da Cynthia. Tá jogando muito!

Eu havia falado com um amigo. Quando Volpi voltar, o Bologna vai vencer um jogo. E ele voltou. O Bologna ganhou. Nem preciso falar mais. Para alguém que ainda duvida que ele ainda pode fazer a diferença, está aí mais um exemplo. E o Di Vaio já parece dar sinais de que pode mesmo disputar palmo a palmo a artilharia da Serie A.

A Udinese, cujo trem perdeu o rumo, encontra seu caminho entre mediocridade e ineficiência. Vencia a Lazio por 3 a 0. O time da Capital Romana empatou. E aí? O que o Patron Pozzo vai dizer? Ele é aluno do Zamparini. Será que vai repetir o mantra de que o time pode chegar até a Champions? Megalomania em estado puro. Parece até um dirigente daqui do Brasil...

E o Vucinic? O rapaz fez gol para a Roma e tirou o calção para comemorar. Ficou só de cuecas e saiu como louco comemorando junto com a torcida romanista. Que beleza!! A Roma, em plena recuperação depois do retorno de Totti, venceu o Cagliari por 3 a 2. Por ironia do destino, Danielle Conti, filho de Bruno, dirigente da Roma e figura mítica da squadra, marcou para o Cagliari o gol do empate. Depois, mesmo que sofrivelmente, só deu Roma.

A Inter teve em Ibrahimovic, Maxwell e Stankovic os goleadores de domingo. E o Adriano, hein? Foi mandado para o Brasil antecipadamente. Mas a situação dele não ata e nem desata. Já está cansando essa novela furada. E cada hora surge uma notícia diferente. A Bola da Vez: Adriano no Flamengo.


Vucinic: Deu Ibope pra Roma no mundo todo.

domingo, 14 de dezembro de 2008

Crônica da Razão de Ser

Acordei com uma pregüiça daquelas. Mal conseguia ouvir os sons ao meu redor. Ao longe, ouvi o telefone tocar... Minha voz nem disfarçava o sono que se apoderou de mim nessas últimas duas semanas.

Hoje, domingo, acordei diferente. Acabo de comprar os jornais. Preparo o almoço especial para a ocasião. Sinto-me leve. É um recomeço. Posso voltar àquela rotina dos jogos, das leituras, dos filmes e das músicas. Colocarei o tênis e rumarei para a caminhada e corrida na praia.

Para quê trabalhar tanto? Para valorizar cada segundo desses dois meses que tenho pela frente. Para relembrar quem sou e o que gosto de fazer. E para no ano próximo ver que tudo acontecerá novamente, mas espero, com algumas novidades inseridas no contexto.

Férias!! Elas chegaram. Finalmente.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Como Assim?


É Ronaldo emplacando 2009 de clube novo. Flamengo? Não. Ele acerta sua ida para o Corinthians. Ah! Como eu adoro o Corinthians...
No passado, Ronaldo já deixou muitos torcedores a ver navios. Dessa vez a história se repete. Seja por qual ou quais motivos forem, os rubro-negros contentes com o rebaixamento do Vasco, vão ter que agüentar ver Ronaldo indo jogar em outro clube.
Desculpe, não ia deixar passar essa.

Lendo a coluna de Tostão, uma pessoa com uma visão além do futebol, encontrei em suas palavras algo que tenho para mim sobre Ronaldo e muitos outros jogadores de futebol. Não deixo de gostar do esporte por isso, mas olho para eles com um olhar que ultrapassa o olhar de torcedora, mas alcança o homem que está por detrás das chuteiras e camisas de marcas que aparecem na mídia.

"Enquanto treinava no Flamengo e fazia declarações de amor ao clube, Ronaldo conversava com o Corinthians. Não é surpresa. Muitos outros jogadores fizeram o mesmo. Dizem que isso é profissionalismo. Temos também o hábito de exigir que as pessoas famosas sejam especiais. Não são. São especiais pelas suas obras. São iguais às outras, com fraquezas e virtudes. A fama costuma também empobrecer o ser humano." Tostão

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Gracias, amigo! Ritorno di Fiamma!

Juande Ramos e Schuster: Muy amigos

É. Ele conseguiu! Digamos assim, que Bernd Schuster tentou, tentou e enfim, foi mandado embora de Madrid. Do Real Madrid. Puxa, ele venceu um título espanhol na temporada passada. Mas as coisas andam mais difíceis para ele ultimamente.

O time vai de mal a pior no Campeonato Espanhol. Ruinzinho na Champions League. Melhor destino para o senhor alemão, impossível. Voltar para sua terra, ou para sua vila na Espanha e ver o campeonato da TV gozando de uma poupuda renda que a exoneração deve lhe oferecer.

Para o lugar dele, o ex-treinador do Tottenham Juan de la Cruz Ramos. Resta-me desejar uma melhor sorte ao senhor Ramos, visto que minhas apostas foram no Madrid para a La Liga. Sei que é difícil, mas como diz meu lema: 'Impossible Is Nothing!'.

------------

Enquanto isso, no Calcio, mais um treinador reassume seu posto. A bola da vez é o Walter. Sim, o Novelo de lã, Novellino, apelidado de Monzón pelo mundo.

Com uma campanha pífia, que o deixa na décima sétima posição, De Biase deixa o comando do Torino para a volta de Novellino. O time conquistou apenas 12 pontos em 15 rodadas. 9 derrotas, 3 empates e o mesmo número de vitórias.

Bem, parece que o destino de muitos treinadores na Serie A nas últimas temporadas é o de ser demitido e esperar... esperar... No fim, eles acabam voltando ao seu lugar de origem. O banco de reservas do time que lhe foi entregue no início de uma temporada.


Novellino: 'Eu voltei!!!'

Bidone D'Oro

Senhoras e Senhores,

Os ouvintes da Rai Radio 2 de Roma escolheram seu Bidone D'Oro versão 2008! Numa eleição que contava com concorrentes de peso, o estreiante na Serie A, Ricardo Quaresma desbancou os favoritos Adriano, Vieri e Ronaldo e venceu a disputa. Ainda na lista de flops da temporada, aparecem entre os votados Shevchenko, Dida, Thiago, Recoba e Larrivey.

Veja só a intordução da premiação dada ao português:
'E' arrivato da poco più di tre mesi ma ha già brillato per le sue "qualità" in nerazzurro.'

Grande Quaresma! Inclusive, a Inter está virando uma squadra especialista em fornecer candidatos e vencedores desse prêmio. Que coisa...

Quaresma para bola: 'Vai pro lixo, minha filha!'

domingo, 7 de dezembro de 2008

Um Animal de Nome Edmundo


Até hoje, escrevi sobre jogadores que admiro. Até então, todos estrangeiros. Nunca havia reservado a ele umas poucas palavras que fossem. Não é que ele não merecesse. Ele merece. E muito. Talvez estivesse esperando o momento derradeiro para prestar minha homenagem.

Ah! É Edmundo!! Ah! É Edmundo! Ouvi esse grito neste ano. Fiz coro com algumas milhares de pessoas no Maracanã numa tarde de domingo. Era 7 de abril. O Vasco jogava contra o Flamengo. Enfim, depois de marcar e desmarcar esse encontro, revi Edmundo. Só que aquela era a última vez que o veria com a camisa do Vasco. Era a última vez que o veria numa partida de futebol como jogador profissional. Só que eu não sabia.

Muito já foi dito sobre o lado ruim de Edmundo. Suas confusões dentro e fora de campo, principalmente. Ninguém recebe a alcunha de 'Animal' à toa. Assim como não se pode garantir que uma pessoa não possa mudar. Por mais que isso demore, ela pode. Desde que queira. Acho que de alguma forma, Edmundo mudou. Ele quis mudar.

Prefiro guardar dele as boas lembranças. Não é por opção, não. É por acreditar que dentro de alguém que deu tanto com a cabeça na porta, um dia a porta se abre, ela entra e ali, dentro de uma enorme sala, num ambiente novo, ela possa finalmente dar-se a chance de recomeçar.

Numa tarde de domingo, assistia ao confronto entre Vasco e Palmeiras pela TV. Edmundo ainda defendia as cores do time do Parque Antártica. O repórter parou para entrevistá-lo e ao fundo ouvia-se a torcida da casa gritar o nome daquele que ainda considerava seu ídolo. Indagado sobre o que representava para ele tamanho carinho, emocionado, Edmundo declarou seu eterno amor ao Vasco. E as lágrimas despontaram em seus olhos. Vendo a cena, me emocionei. Lembrei de quantas vezes me encantei no passado vendo-o em campo pelo Vasco. Vi o título do Brasileiro vencido em cima do próprio Palmeiras em 97 com ele em campo. Inesquecível. O vi campeão pelo Palmeiras também. Sua temporada brilhante na Fiorentina, interrompida melancolicamente pelo Carnaval carioca.

Edmundo viveu sua glória em campo. Foi o melhor durante um bom período de sua carreira. Me pergunto às vezes onde ele poderia ter chegado se tivesse anos atrás a cabeça que tem hoje. No fim, tudo se reduz a essa pequena palavra: se. A condição de algo que nunca poderemos saber.

Obrigada Edmundo. Fui uma torcedora feliz enquanto você defendeu o Vasco e o Palmeiras.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

What a Feeling

Uma vez, há muitos anos, uma professora me disse que podemos dançar de várias formas na vida. Uns vivem para dançar, outros dançam para viver. E há ainda aqueles que através da música encontram uma maneira justa de sentir o que acontece ao seu redor. Me incluo nesse grupo. Já dancei muito nos meus 33 anos. Agora quero 'make it happen'.



'What a feeling, bein's believin'
I can't have it all, now I'm dancin' for my life
Take your passion, and make it happen
Pictures come alive, you can dance right through your life'

Derby della Lanterna

O conhecido Farol no Porto de Gênova


É com essa alcunha que o esperado encontro entre Sampdoria e Genoa é conhecido.

O primeiro confronto entre ambas equipes data de 1946. Vale lembrar que se considera aí a Unione Calcio Sampdoria, e não as agremiações anteriores Andrea Doria e Sampierdarenese que após junção, receberam o nome pelo qual o clube é conhecido hoje.

Se traduzido, o nome do confronto seria o 'Derby do Farol'. Sim, farol. Farol este localizado no Porto de Gênova, considerado um dos mais antigos de sua espécie no mundo. Além de servir como iluminação e identificação para embarcações durante a noite, o Farol é um dos símbolos da cidade.

O último Derby della Lanterna disputado em 17 de fevereiro deste ano, foi vencido pela Sampdoria com gol de Christian Maggio...

Viver essa atmosfera de derby deve ser algo muito especial. A cidade pára. As pessoas respiram o jogo durante toda semana que o antecede. As TVs promovem encontros entre pessoas envolvidas com os times; muitas vezes convidam os treinadores para uma tarde de bate-papo e até mesmo alimentam as mais esdrúxulas provocações. Isso faz paret do clima 'amistoso' da disputa.

Imagine só. O Genoa venceu 9 títulos na Bota enquanto que a Samp venceu apenas 1. Recentemente as duas tiveram passagens pela Serie B do Calcio. Ou seja, sem derby,a cidade não ficou. O confronto é disputado sempre no mesmo lugar, o charmoso Luigi Ferraris.



Foto do post: Wikipedia

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

'TitaDoria'

13 rodadas disputadas: 3 empates. 6 derrotas. 4 vitórias

Assim é o início de temporada da Sampdoria que para todos os otimistas parecia ter um time com elenco superior ao da temporada passada. Principalmente pela permanência de Cassano. Se é assim, por que então que o time ainda não engrenou no campeonato? Simples, muito dessa irregularidade é fruto de uma 'cassanodependência' que chega a irritar. Quando ele vai mal, o time vai mal.

Cadê o promissor futebol prometido pela diretoria e treinador da Samp para a temporada? Se no campeonato as coisas vão mal, na Copa UEFA o cenário começa a ficar negro. A Samp precisa vencer o próximo confronto contra o Sevilla para poder se classificar. Jogar em casa nem pode ser considerada uma vantagem em se tratando da Sampdoria.

Para quem trouxe reforços que segundo críticos, estavam a altura ou superiores aos que saíram do clube no verão, os novos jogadores estão demonstrando muito pouco em campo. Já foram 2 jogos pela TV. Não vi nada demais no time. Aliás, vi. Jogadores pouco incisivos e inspirados. Só decepção.

A política do clube de manter suas despesas saneadas não condiz com o projeto de se construir um time com vistas a algum futuro. Se a cada temporada um jogador importante é vendido para a aquisição de outro, mudam os nomes, os mecanismos de jogo e o tal grupo nunca acaba por ser formado. Repito, foi assim com Quagliarella, foi assim com Maggio e o mesmo se repetirá com Cassano. Ou alguém acredita que ele vingue mais uma teporada em Gênova?

A Sampdoria já ficou priva de Cassano durante alguns jogos da temporada passada e não sofreu revezes como se poderia esperar. Ao contrário, o grupo superou as adversidades e conquistou resultados positivos. Não acho que ele seja esse jogador que faça a diferença. Não concordo com essa política absurda de se vender e contratar jogadores a cada ano. Sinceramente, o supermercado é em Gênova, não em Milão.

De acordo com levantamento do site Trivela, a Sampdoria desfez-se de 19 jogadores e em troca trouxe 13 reforços, dentre os quais o atacante uruguaio Fornaroli, o lituano-promessa-bom-de-bola-na-visão-de-todo-mundo-que-até-agora-não-disse-a-que-veio, Stankevicius, o meia Dessena, o vai-e-vem Fotti, Padalino, entre outros.

Outra questão que me chama a atenção é a quantidade de jogadores que se contundem com alguma gravidade na equipe. Bonazzolli é o clássico exemplo de jogador que há dois anos, no mínimo, luta para curar-se de contusões e entrar em forma. Na temporada passada, Montella, que veio por empréstimo, começou bem e depois sucumbiu a lesões e hoje está de volta à Roma. Claudio Bellucci, machucado, somente agora volta ao banco de reservas. Ainda precisa de umas semanas para adquirir ritimo de jogo, entrar nas partidas por alguns minutos e com um pouco de sorte, não ter nenhuma recaída, algo que é comum em jogadores que ficam parados por muito tempo. E agora, para corroborar minha tese, Palombo é a bola da vez...

O discurso em Gênova é afinado. Mazzarri diz que falta apenas a bola entrar. Marotta, o D.S do clube diz que não se pode gastar para trazer jogadores de nome e a torcida continua a achar que o time é de Champions League? Do jeito que está, parece mais um navio prestes a afundar.

Para mim, a referência em campo é inexistente depois da saída de Volpi. Dá-se a sensação de um time sem alma, senza guida. Sei que ele pouco jogou na temporada passada, mas manteve-se forte nos vestiários. Mazzarri se livrou de um problema, mas em troca ganhou outros, a começar, se a modéstia me permite, pelo meu descrédito no trabalho dele.

Estou em turras com meu time. Dá para perceber. Não será um ou dois resultados mais convincentes que me farão mudar e idéia. Não será uma hipotética vitória num derby que me fará olhar a Samp com outros olhos. Só gostaria de poder mudar o discuros, ams o time não ajuda muito.

Te cuida, Sampdoria.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Darth Vader Italiano?


Preciso te contar uma coisa...
Às vezes eu vejo coisas. Coisas que quase ninguém vê. Por exemplo, essa foto. Você conhece essa pessoa por detrás do capus negro, como o lado da força? Esse homem, ou monstro, como queira, está entre nós. Ele existe e não é imaginação da minha cabeça.

Uma vez, desconfiei de sua verdadeira identidade, mas preferi manter minha suposição em segredo. Não gostaria de comprometer minha imagem perante a você, leitor.

Passei algumas noites em claro tentando entender esse mistério, que não é da libélula. Ele é mais soturno. Causa espanto e agonia. Me deixava com aquele arrepio que parte da espinha e não te larga mais.

Fechava os olhos e o via assim mesmo. Com essa roupa. Duvidaram de mim quando disse que ele parecia galã de cinema. Verdade, ele não é o bonzinho. Ele é o mauzinho da história. O que se transforma em vilão da noite pro dia. Não fala inglês, nem espanhol. Não vive aqui, nem ali. Está na tela da TV com sol ou com chuva.

Na semana passada, foi visto durante uma forte nevasca. Sua vestimenta preta se destacava. Não havia mais nada. Era ele e paisagem ao fundo. O frio o trouxe de volta. E pelo visto ele vem pra ficar.

Enfim, o suspense durou muito, mas foi desfeito. Ele está em Turim. Das telas do cinema para o Estádio Olimpico. Ele é Rani Vader. Algo me diz que você já ouviu falar nesse nome...

E aí? O que você acha?