quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Como Assim?


É Ronaldo emplacando 2009 de clube novo. Flamengo? Não. Ele acerta sua ida para o Corinthians. Ah! Como eu adoro o Corinthians...
No passado, Ronaldo já deixou muitos torcedores a ver navios. Dessa vez a história se repete. Seja por qual ou quais motivos forem, os rubro-negros contentes com o rebaixamento do Vasco, vão ter que agüentar ver Ronaldo indo jogar em outro clube.
Desculpe, não ia deixar passar essa.

Lendo a coluna de Tostão, uma pessoa com uma visão além do futebol, encontrei em suas palavras algo que tenho para mim sobre Ronaldo e muitos outros jogadores de futebol. Não deixo de gostar do esporte por isso, mas olho para eles com um olhar que ultrapassa o olhar de torcedora, mas alcança o homem que está por detrás das chuteiras e camisas de marcas que aparecem na mídia.

"Enquanto treinava no Flamengo e fazia declarações de amor ao clube, Ronaldo conversava com o Corinthians. Não é surpresa. Muitos outros jogadores fizeram o mesmo. Dizem que isso é profissionalismo. Temos também o hábito de exigir que as pessoas famosas sejam especiais. Não são. São especiais pelas suas obras. São iguais às outras, com fraquezas e virtudes. A fama costuma também empobrecer o ser humano." Tostão