terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Why So Serious?



Bem, nunca imaginei que veria Hugh Jackman dançar e cantar. Mas esperar o que de alguém que é Wolverine, vaqueiro, produtor de TV e caçador de vampiors? Tudo numa pessoa só?

Um dos momentos mais emocionantes do 81º Oscar foi a entrega da estatueta de melhor ator coadjuvante à família de Heath Ledger. A atuação dele como 'Coringa' no último filme da franquia 'Batman' foi antológica.

Kate Winslet depois de bater na trave por vários anos, levou sua estatueta para casa. Sua Hanna Schmitz de 'O Leitor' convence. Tem a dose certa de melancolia, furor passional e drama. Afinal, em tempos de guerra, os fracos não tem vez. Aconselho vivamente aos amigos esse longa, que conta ainda com o inglês Ralph Fiennes.

Sean Penn. Um dos meus atores favoritos. Ele tem um quê de rebelde. Um jeito cativante de dar vida às suas personagens. Devo me condenar aqui. Passei a noite de sexta e sábado pensando cá com meus botões: 'preciso ver 'Milk' antes da noite do Oscar.' Não vi. Agora tenho que ver. O discurso de Penn foi aquele politicamente incorreto. Deve ter feito remer muita gente nos sofás de casas e palácios pelos Estados Unidos afora.

Eu gostaria de ser milionária. E você? 'Quem quer ser milonário' levou os prêmios de Melhor Filme e Melhor Direção, dentre outros. Dizem que não foi barbada. O filme é bom.

Veja agora, a lista dos principais prêmios:

Melhor filme:
- “Quem quer ser um milionário?”

Melhor ator:
- Sean Penn - “Milk - A voz da liberdade”

Melhor atriz:
- Kate Winslet – “O leitor”

Melhor diretor:
- Danny Boyle - “Quem quer ser um milionário?”

Melhor filme estrangeiro:
- “Departures”, de Yojiro Takita (Japão)

Melhor ator coadjuvante:
- Heath Ledger - “Batman – O cavaleiro das trevas”

Melhor atriz coadjuvante:
- Penélope Cruz - “Vicky Cristina Barcelona”

Quer comentar algo? Vamos lá...