sábado, 6 de junho de 2009

Lady Rocks

Hoje passei a tarde com um grupo de pessoas pra lá de divertidas. Fui convidada para o churrasco de despedida do Paulo, um ex-aluno, rubro-negro fanático que sempre que o Flamengo vence o Vasco, ele dá um jeito de me provocar.

Bem, nessas reuniões sempre tem aquelas histórias da vida do homenageado e de seus amigos inseparáveis. Ri até dizer chega, porque de santos, eles não tinham nada. Num determinado momento, observei um grupo que jogava algo. Era o famoso jogo 'Guitar Hero'. Gente, a coisa é um barato.

No fim, já estava eu ao lado, observando como se jogava e me aventurando nos primeiros acordes. Para minha surpresa, não fui vaiada pelo público virtual do jogo e fui subindo de produção. Estava numa banda com uma amiga do Paulo tocando baixo, e tocamos 'American Woman' do The Who. Que experiência radical. Você se sente como se estivesse tocando mesmo. Mexe o corpo, canta, vibra, faz movimentos com a guitarra. Enfim, na linguagem carioca 'me amarrei no jogo'. O ápice da minha performance foi tocar baixo na banda do Rodrigo em três músicas: 'Fire Woman' e 'Love Removal Machine' do The Cult e 'Sweet Home Alabama' do Lynyrd Skynyrd. Arrasei!

Juro que se tivesse video game, ia querer um jogo desses para me divertir no fim de semana. Quando tiver as fotos, deixo uma aqui.

Lady Rocks! Viva o Rock N' Roll!!